O Rapto de Perséfone – parte VIII

27 08 2009

E lá vamos nós com o penultimo capítulo da saga de Coré!

– Penultimo capítulo, Poseidon?

– Aham!

– Esse não ia ser o ultimo?

– Não…

– Ia sim, voce disse isso no final do ultimo post ó!

– Fica quieto! E só eu posso postar links!

– …

– Resolvi dividir a ultima parte em duas porque ficou muito maior do que eu esperava, 13 páginas de word ao todo…

– Nossa!

– Pois é… Então pra não embromar muito mais, senta que lá vem história!

– AH! Eu já vi isso na TVÉ!

– XIU!

—————————————————————————————————–

Os dias passavam e se tornavam semanas, que por sua vez começaram a virar meses e Coré ainda não havia voltado para casa. Aos poucos Deméter perdia a esperança de ver sua filha novamente e se afundava cada vez mais em depressão. A infelicidade da deusa era tamanha que logo nas primeiras semanas começou a afetar o mundo fora do Olimpo. No inicio não parecia ser algo grave, as colheitas atrasavam um pouco, os frutos já não eram mais tão saborosos e nem as flores tão belas, as arvores já não pareciam mais tão fortes e a vegetação no mundo inteiro parecia querer se esconder, mas o tempo passou e a situação começou a se agravar, as colheitas simplesmente não vieram mais, as arvores deixaram de dar frutos, as flores pararam de desabrochar, as arvores perderam suas folhas e toda a vegetação começou a secar e morrer. Em pouco tempo enormes desertos de terra árida se formaram onde antes cresciam florestas inteiras e a comida começou a escassear causando a morte de animais e desencadeando sangrentas guerras entre os humanos que disputavam o pouco de comida que ainda podia se encontrar, a única coisa que ainda cresciam eram perigosas plantas carnívoras que disparavam raios laser pela boca e aterrorizavam a humanidade!

– Plantas carnívoras que disparavam raios laser pela boca? Mentira tua!

– É verdade, tenho até um vídeo pra provar olha só!

– Isso é uma montagem… E o link é da desciclopédia…

– É nada!

– É sim, as plantas são do jogo do Mário e as cenas do filme Armagedon…

– Hum… É… Tá, era só pra dar mais emoção pra história…

– …

– Enfim…

De qualquer forma, mesmo sem as plantas carnívoras que disparavam raios laser pela boca, a situação estava bem ruim, muitos começaram a morrer diminuindo drasticamente a população e, como eu já expliquei antes neste post, com menos pessoas acreditando nos deuses, seu poder diminuía e não só isso, como não havia comida nem para as pessoas, quanto mais para os sacrifícios e sem sacrifícios não havia banquetes no Olimpo também!

– Porque não?

– Porque são os sacrifícios que as pessoas fazem que alimentam os deuses…

– Como assim?

– Ora, sr. personagem incógnito, a simbologia do sacrifício é bastante simples e universal. Quando uma pessoa sacrifica algo para um deus, ela está entregando o objeto do sacrifício diretamente para o deus em questão de forma a agradar a divindade e assim ser favorecido de alguma forma, é um toma-lá-da-cá básico!

– Como assim universal?

– Porque a mesma prática se repete em praticamente todas as culturas ao redor do mundo, quando os Astecas sacrificavam virgens e guerreiros eles estavam oferecendo ao seu deus um harém e um exército. Quando os mesopotamios sacrificavam animais e e vegetais, estavam oferecendo comida para seus deuses, isto está bem claro no Ennuma Elish e a mesma prática com o mesmo significado se repete na cultura judaica, grega, egípcia, nórdica e por ai vai…

Exemplo de oferenda, sacrificando flores e vegetais.

Exemplo de oferenda, sacrificando flores e vegetais.

Exemplo de oferenda onde se sacrifica animais, em geral a oferenda era queimada no altar.

Exemplo de oferenda onde se sacrifica animais, em geral a oferenda era queimada no altar.

– Ah sim, mas no cristianismo não tem sacrifícios, ai como faz?

– Hum… Sei lá… Ele deve fazer fotossíntese…

– Ah sim entendi… Mas…

– O que?

– O que isso tinha a ver com a história da Coré mesmo?

– …

– É que na enrolação e tal…

– Tinha a ver que, devido à depressão de Deméter, as plantas começaram a morrer e por conseqüência matando os animais de fome e sem plantas e animais para comer os humanos não podiam nos oferecer sacrifícios e nossos banquete iam pro saco também…

– Ah saquei…

– Agora fica quieto!

– Ai tá…

– Hohoho há quanto tempo eu não fazia isso, me sinto bem melhor!

– …

Enfim, até mesmo os deuses começaram a ter problemas com a profunda depressão em que Deméter se encontrava, praticamente todos os deuses tentaram anima-la de alguma forma, mas ninguém pôde fazer nada…

– Praticamente todos?

– Sim…

– Você também?

– Aham…

– E o que você fez?

– Disse pra ela que se ela quisesse eu podia ajudar ela a ter outra filha, era uma brincadeira, mas acho que ela não gostou…

– Ah…

Continuando… Muitos deuses tentaram acalma-la, sem sucesso e isso já começava a incomodar profundamente Zeus que, apesar da promessa com Hades, já se via forçado a tomar uma atitude mais séria.

Enquanto isso, no submundo, Coré estava livre para ir aonde quisesse, contanto que não saísse dos domínios de Hades. Após tanto tempo lá ela começou a gostar um pouco mais do lugar, e a ver certas belezas. Mais de uma vez os frutos dos jardins de Hades chamaram sua atenção e despertaram seu desejo por comida, mas apesar da fome ela estava convicta de que não iria ceder.

Hades já começava a ficar impaciente e até mesmo dar mostras de querer desistir, ele sabia que manter Coré presa só a fazia sofrer e desgostar ainda mais dele, mas deixa-la partir significava perde-la para sempre. Este dilema o atormentava e parecia não ter solução possível, mas algo o faria se decidir antes do que ele próprio esperava.

O mundo fora do Olimpo estava um verdadeiro caos e isso começava a atrapalhar a vida dentro da morada dos deuses. Zeus já não podia mais agüentar, jogou a promessa feita à Hades às favas e saiu, emputecido, rumo aos domínios de seu irmão.

Chegando ao submundo o deus dos deuses derrubou a porta com um chute, Cérbero, o cão de guarda das quebrada, até tentou cumprir sua função, mas Zeus apenas olhou feio e ele correu para a sua casinha. Thanatos cuspiu seu café ao ver o que se passava pelas câmeras de segurança do submundo, o fiel servo de Hades saiu correndo para alertar o seu senhor:

– HADES, A CASA CAIU MANO, A CASA CAIU, FODEU TÁ SABENDO?

– Carai, que foi truta?

– A CASA CAIU!

– Como assim?

– Zeus tá ai quebrando tudo por causa do migué que ce deu nele!

– Que migué?

– Ce disse que ia leva a mina, casa e devolve, ia se jogo rápido e num foi!

– Mas ela num qué casa, tem que convence ela primero ué…

Nesse momento a porta da sala caiu e Zeus entrou pisando grosso até agarrar Hades pelo colarinho e sacudi-lo.

– HADES SEU IMBECIL!

– Carai mano, que foi?

– O QUE FOI? O QUE FOI? VEM CÁ QUE EU TE MOSTRO O QUE FOI!

Então Zeus arrastou Hades até o mundo exterior e viu o estado lamentável em que a terra se encontrava:

– TÁ VENDO?

– Que tem?

– O QUE TEM?!?

– Mas essas plantas carnívoras que disparam raios laser ficaram legais…

– Que?

– Ah esquece, elas não existem né…

– Hades…

– Que?

– NÃO MUDA DE ASSUNTO O CARALHO!

– Ai tá… Mas tipo, tá tudo meio seco e tal, mas nada grave né? Tu pode concertar e tal…

– CONCERTAR ISSO?!?!

– é?…

– VOCE VAI DEVOLVER CORÉ AGORA OU VAI HAVER UM ESTRAGO NA SUA CARA QUE NEM EU VOU PODER CONCERTAR!

– Po mano, pega leve…

– PEGAR LEVE!?!?!

– É pô… Dá uma força né, tipo, ces moram lá no Olimpo e tal e eu moro aqui no submundo, num tive oportunidade e vocês tem preconceito só porque so pobre…

– Hades, vem cá…

– Hã?

E lá se foi Zeus arrastando Hades submundo adentro até chegarem onde estavam antes. O deus dos deuses sacudiu o irmão e apontou para as inúmeras pedras que faiscavam nas mais diversas cores.

– Tá vendo aquilo?…

– Que tem?

– SÃO PEDRAS PRCIOSAS, COMO TU PODE ME DIZER QUE É POBRE SENDO O DEUS DAS RIQUEZAS, SEU TAPADO!

– Sou é?

– ÉÉÉÉÉÉÉÉÉ!!!!!!

E então Zeus começou a esbofetear a cara de Hades que deu um jeito de se afastar.

– TÁ CHEGA CARALHO!

– VAI DEVOLVER ELA OU NÃO VAI!?!

– Vo…

– ORA SE… Vai?

– Vo…

– Porque?

– Sei lá, cansei, amanhã mando ela de volta, serve?

– Vai mesmo?

– Aham…

– De verdade?

– To falando que sim, caralho!

– Hum… Tá… Mas se estiver mentindo…

– Já saquei, podexá que amanhã ela vai…

– Tá bom então…

E lá se foi Zeus meio confuso saindo do submundo, indo em direção ao Olimpo para dar as boas novas a mãe de Coré.

– Deméter…

– …

– Sai dessa depressão!

– … …

– Eu vim te dar uma boa notícia!

– … … !!!

– Coré vai voltar pra casa!

Imediatamente Deméter se levantou, ela avançou para cima de Zeus e o agarrou pelos braços sacudindo-o:

– ISSO É SÉRIO? MESMO? FALA A VERDADE! É MESMO!?!

– É É É É ME LARGA!

– Ops… Mas, como voce sabe?

– Acabei de falar com Hades, convenci ele a devolver ela amanhã!

– Mesmo? Como?

– Ah, ele não queria, tentou soltar aquele cachorro dele em cima de mim, os capangas e tal, mas ai eu impus toda a minha autoridade, dei uns sopapos no cachorro, no exército de trinta capangas dele, estapeei ele e ai ele viu que não podia comigo, ficou com medo e tal…

– Ai Zeus voce é o máááááximo!

– Eu sei, eu sei…

No mesmo instante em que recebera a notícia o animo de Deméter mudou completamente, de uma profunda depressão foi para a mais alta euforia e isso foi sentido no mundo todo! Onde haviam se formado desertos os bosques voltaram a crescer, as plantas voltaram a ficar verdes, flores novas começaram a nascer e a desabrochar e frutos novos a brotar. Toda a terra parecia estar alegre e cheia de vida de novo, como se cada ser vivo estivesse comemorando aquele acontecimento, finalmente a filha de Deméter voltaria para casa…

——————————————————————————————————————–

– Mas e agora Poseidon?

– Que?

– Hades e Coré não vão se casar?!?!

– Fique no aguardo do próximo capítulo e voce verá!!!!

– Bolas…

Anúncios

Ações

Information

31 responses

27 08 2009
Ory

Nhaaaaaaaa, quanta emoção!!!!!
As plantas carnívoras que disparam raios laser bem que podiam existir mesmo… *think*

27 08 2009
Eduardo MJ

plantas carnívoras com laser?

preferia um tomate assassino
xD

27 08 2009
Lipe "Zé Spoiler"

ashuuhasuhsasuhsa

Plantas Carnívoas que disparam raios laser? uahshusahuashuhsa

Zeus deu uma prensa no Hades e depois aumentou pra Deméter…uasuhaashusau

Até os deuses contam vantagem..uhasuhsaushuuhsash

27 08 2009
obredy

muito fera seu site, mas nao curto muito leitura.

27 08 2009
Carlos

OI cara!
Encontrei seu blog numa comu do orkut. Ia passar só pra dar um comment rápido mas seu texto me prendeu!
Achei a atualização das histórias mitológicas uma ideia mto boa, e vc está a excutando muito bem!

Te favoritei.

Dá uma passada no meu blog depois?
http://joguepense.wordpress.com/
http://twitter.com/joguepense

27 08 2009
Karina

Oferendas e mais oferendas. E agora poseidon? Quanta emoção nesse post..

27 08 2009
luiz

bellissimo post prbns
seu blog.

27 08 2009
Inez

Genial cara, plantas carnívoras com raios laser é demais.
Será que as oferendas resolvem o problema?

27 08 2009
dominiomarinho

se tivesse o que oferecer, provavelmente sim xD

27 08 2009
Nity

E agora, e agora? =o

28 08 2009
FAGGH®

Olá , não peguei o proposito do blog desde o começo mais achei muito interessante a idéia.
abrç
http://www.celebritypoke.blogspot.com

28 08 2009
BRUNO

Legal, envolvente e uma leitura que nos prende do início ao fim, muito bom msm, amigo.

Abraços!

http://tempo-horario.blogspot.com/

http://twitter.com/brunobaxter

28 08 2009
Rubens Correia

Zeus é um doido

28 08 2009
Mana

Tá, eu tô rindo litros aqui XD

28 08 2009
Daniel Silva

Quanta imaginação, meu caro!

28 08 2009
neowellblog

Texto bacana! Muito bom essas histórias com deuses e tudo mais! Só não curto os sacrifícios hehehe

Abraços!

http://neowellblog.wordpress.com/

28 08 2009
Vi

Nossa, Olimpo, Zeus, Hades e plantas carnívoras com lasers, simplesmente sensacional

28 08 2009
neowellblog

Cara você colocou Poseidon como seu perfil! XP O rei dos mares ta cada vez mais down na high society! kkkkk

28 08 2009
Rubens Correia

Esse negócio d esacrificio já vem desde estes tempos? Hoje em dia a Universal usa esse jogo também.

BLOGdoRUBINHO
http://www.blogdorubinho.com.br
http://www.twitter.com/blogdorubinho

28 08 2009
kisses4youu

legal vei

28 08 2009
Dan Pessoa

Digamos que é uma história bem psicodélico, onde o todo-poderoso Zeus fala palavrões e onde há plantas com laser…..
Muito criativo
Abraços!!

28 08 2009
Vi

nossa, é mto bom, viciei, mal próximo esperar pelo próximo

28 08 2009
J. C. David

eu já disse, essa história daria um ótimo livro (melhor que PC, eu garanto) acho que colocando, ou melhor, destacando mais hérois, e feitos humanos, fugindo um pouco das divindades..

seria um épico, com um tom lépido, muito interessante.

28 08 2009
Daniel Silva

Jason Becker tá vivo, cara. Curioso você ter citado ele.. recentemente fiz um post sobre ele no meu blog.

http://esteticamusical.blogspot.com/search/label/Jason%20Becker

28 08 2009
Inez

A resposta à sua pergunta já está no blog, dá uma passadinha lá pra ver.
Abraços.

29 08 2009
Inez

Isso que eu chamo de sorte, só existem 3 cursos no Brasil e são todos no Rio Grande do Sul.

29 08 2009
Lipe "Zé Spoiler"

e ai kra blza?
asuhasuhasuhashuashu
só to tentando chegar nos 30 logo \o/

29 08 2009
Ichi

Pode casar sem convence-la xD

29 08 2009
Wander Veroni

Opa! Parabéns pela ideia do conto, cara. O melhor foi a introdução…rs…achei super divertido.

Abraço

29 08 2009
luiz

cara gostei muito do texto

29 08 2009
Antonoly

Não tenho muito o que comentar, pois não lí os posts anteriores, mas pela reação das pessoas, me parece um ótimo texto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: